x
 INSTITUCIONAL
 PRODUTOS
 SERVIÇOS
 EXCLUSIVO
 ARTIGOS
 IMPRENSA
 AGRICULTURA
 MIP
 +55 19 99695-2666
x
NEOMIP MAX
MACROMIP MAX
STRATIOMIP
TRICHOMIP-P
TRICHOMIP-G
Eficácia e Praticabilidade Agronômica
Estudos de Resíduos Químicos
MIP
Seletividade (Organismos Não Alvo)
Menu E-Commerce Busca
 
 

Você está em: Exclusivo

 
 
 
 
2017-05-17
PROMIP e ProAgro promovem ação para difusão de tecnologia visando o controle biológico aplicado da broca-da-cana na região de Morro Agudo-SP
 
 

A broca, Diatraea saccharallis, é uma das principais pragas na cultura da cana-de-açúcar em diversas regiões produtoras. Sabe-se que a cada 1% de índice de intensidade de infestação, ocorre uma redução de 0,4% de açúcar, 0,2% de álcool e aproximadamente 1% na produção. Além dos danos diretos causados pelo ataque da lagarta na cana, resultando perfilhamento e enraizamento aéreo de colmos, diminuição no peso e no teor de sacarose e “coração morto”, a sua entrada favorece a ocorrência de patógenos que causam a inversão da sacarose e perdas na fermentação, complexo chamado de podridão vermelha. Entender e conhecer os danos diretos e indiretos causados por essa praga, bem como saber reconhecê-la em suas diferentes fases de desenvolvimento (ovo-lagarta-adulto) é tarefa fundamental para o monitoramento e tomada de decisão para o seu manejo em campo.


Palestra realizada pela Engenheira Agrônoma Caroline Genari (PROMIP) no Sindicato Rural de Morro Agudo-SP


Da esquerda para direita - Roberto Carmanhan de Figueiredo (ProAgro), Caroline Genari (PROMIP), Alexandre Volpon (Pres. Sind. Rural Morro Agudo-SP), Diego Mora Lima (ProAgro) e Michel Nessrallah (PROMIP). 

Diante disso, a PROMIP e a ProAgro realizaram na noite de terça-feira dia 16/05, palestra sobre o manejo integrado da broca-da-cana no Sindicato Rural de Morro Agudo/SP. Foi apresentado para cerca de 40 fornecedores de cana-de-açúcar desta região, aspectos importantes relacionados ao reconhecimento e monitoramento da praga, bem como novidades para o seu controle. 

O principal destaque foi a aplicação aérea da microvespa Trichogramma (Trichomip-G) com o uso de drones, visando o manejo biológico da broca-da-cana. A PROMIP é pioneira neste tipo de aplicação e tem obtido excelentes resultados em grandes culturas. “A aplicação com o uso de drones viabilizou o uso de Trichogramma em grandes áreas, sendo que hoje é possível realizar a liberação destas microvespas em cerca de 60 a 100 hectares/hora, dependendo do local”, afirmou Caroline Genari, Engenheira Agrônoma e Representante Técnica da PROMIP. A ProAgro reafirmou a importância do uso desta nova tecnologia para o manejo da broca na região de Morro Agudo-SP, destacando a importância do controle biológico com uso de Trichogramma associado à agricultura de precisão, sempre em busca de resultados sustentáveis.

 
 
 
voltar para home
 
PROMIP e ProAgro promovem ação para difusão de tecnologia visando o controle biológico aplicado da broca-da-cana na região de Morro Agudo-SP
2017-05-17

A broca, Diatraea saccharallis, é uma das principais pragas na cultura da cana-de-açúcar em diversas regiões produtoras. Sabe-se que a cada 1% de índice de intensidade de infestação, ocorre uma redução de 0,4% de açúcar, 0,2% de álcool e aproximadamente 1% na produção. Além dos danos diretos causados pelo ataque da lagarta na cana, resultando perfilhamento e enraizamento aéreo de colmos, diminuição no peso e no teor de sacarose e “coração morto”, a sua entrada favorece a ocorrência de patógenos que causam a inversão da sacarose e perdas na fermentação, complexo chamado de podridão vermelha. Entender e conhecer os danos diretos e indiretos causados por essa praga, bem como saber reconhecê-la em suas diferentes fases de desenvolvimento (ovo-lagarta-adulto) é tarefa fundamental para o monitoramento e tomada de decisão para o seu manejo em campo.


Palestra realizada pela Engenheira Agrônoma Caroline Genari (PROMIP) no Sindicato Rural de Morro Agudo-SP


Da esquerda para direita - Roberto Carmanhan de Figueiredo (ProAgro), Caroline Genari (PROMIP), Alexandre Volpon (Pres. Sind. Rural Morro Agudo-SP), Diego Mora Lima (ProAgro) e Michel Nessrallah (PROMIP). 

Diante disso, a PROMIP e a ProAgro realizaram na noite de terça-feira dia 16/05, palestra sobre o manejo integrado da broca-da-cana no Sindicato Rural de Morro Agudo/SP. Foi apresentado para cerca de 40 fornecedores de cana-de-açúcar desta região, aspectos importantes relacionados ao reconhecimento e monitoramento da praga, bem como novidades para o seu controle. 

O principal destaque foi a aplicação aérea da microvespa Trichogramma (Trichomip-G) com o uso de drones, visando o manejo biológico da broca-da-cana. A PROMIP é pioneira neste tipo de aplicação e tem obtido excelentes resultados em grandes culturas. “A aplicação com o uso de drones viabilizou o uso de Trichogramma em grandes áreas, sendo que hoje é possível realizar a liberação destas microvespas em cerca de 60 a 100 hectares/hora, dependendo do local”, afirmou Caroline Genari, Engenheira Agrônoma e Representante Técnica da PROMIP. A ProAgro reafirmou a importância do uso desta nova tecnologia para o manejo da broca na região de Morro Agudo-SP, destacando a importância do controle biológico com uso de Trichogramma associado à agricultura de precisão, sempre em busca de resultados sustentáveis.

 
 
voltar

 
© 2017 PROMIP. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Sopa de Ideias
 
10 anos de PROMIP
FICOU INTERESSADO EM NOSSAS SOLUÇÕES?
FALE COM A PROMIP
Nome: E-mail: Mensagem:
Linkedin Facebook Instagram Youtube
Voltar
© 2017 PROMIP.
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Sopa de Ideias